O ISS (Integrated Sterilizer and Shredder) é um esterilizador a vapor com triturador integrado e com uma câmara de esterilização destinada ao tratamento de resíduos biológicos perigosos em pequenas clínicas, centros médicos, serviços hospitalares e centros de diálise.

Nossa solução compacta da Celitron para a gestão de resíduos hospitalares perigosos está em conformidade com as recomendações da União Europeia e da OMS.

O ISS realiza a trituração e esterilização dos resíduos numa única câmara. Esta câmara está equipada com um eixo, acionado por um motor, que tem poderosas lâminas para triturar/esmagar e que podem rodar em duas direções, reduzindo o tamanho e o volume dos resíduos.

No ISS podem ser processados os seguintes tipos de resíduos:

  • Seringas
  • Dialisadores
  • Bisturis
  • Pequenos tecidos (máx. 20% por carga)
  • Testes
  • Contentores de materiais médicos cortantes
  • Restos de refeições dos pacientes
  • Outros resíduos biomédicos perigosos

ISS tem as seguintes caraterísticas:

  • Câmara de esterilização
  • Gerador de vapor incorporado
  • Mecanismo automático de abertura e fechamento das portas
  • Caixa de drenagem para evacuação de líquidos esterilizados
  • Biofiltro para a evacuação, antes da esterilização, de todos os gases da câmara contaminada
  • Dois sensores de temperatura, um no biofiltro e outro na câmara
Treatment of dialyzers with the Integrated Sterilizer and Shredder
Shredding and sterilization of dialysis waste in a single vessel
The sterilization chamber is loaded with hazardous dialysis waste
Shredded and sterilized medical waste ready to be disposed as communal waste

Por que razão o ISS é especialmente recomendado para centros de diálise?

O ISS pode facilmente triturar e esterilizar resíduos potencialmente infecciosos da diálise. Com uma câmara com capacidade de até 25 litros, a unidade é recomendada para o tratamento de pequenas quantidades de resíduos hospitalares.

O que fazem os centros de diálise e de que forma podemos lhes oferecer uma solução?

A diálise é um procedimento que remove resíduos e excesso de água do sangue. É usada principalmente como um substituto artificial do rim em pacientes que sofrem de insuficiência renal. Pode ser administrada a quem apresenta disfunção renal aguda ou no caso de diminuição crônica do funcionamento renal.

A diálise executa as funções dos rins ausentes ou inativos. Uma das mais importantes funções renais é regular o equilíbrio dos líquidos no corpo. Isto é feito através do ajuste do volume de urina que é excretado. Em climas quentes, o corpo perde mais água através da transpiração e, portanto, menos água tem de ser excretada pelos rins. Em climas frios, o corpo transpira menos, logo retém mais água, e os rins regulam a saída de urina em conformidade.

A diálise pode permitir aos pacientes viver vidas produtivas e úteis, não obstante os seus rins não funcionarem adequadamente. Em 2007, aproximadamente 389.000 pessoas faziam diálise nos EUA. No final de 2009, mais de 871.000 pacientes faziam tratamento para doença renal em fase terminal.

(Fonte: http://www.medicinenet.com/ )

Os centros de diálise geram uma imensa quantidade de resíduos - tubos de diálise, bolsas de solução, tubos de silicone, agulhas, etc.

A eliminação adequada de resíduos infecciosos é um problema sério. Os resíduos descartados de forma inadequada podem prejudicar o pessoal médico e também o meio ambiente.

A Celitron oferece uma solução compacta aos centros de diálise, que lhes permite neutralizar seus resíduos hospitalares perigosos, convertendo-os em resíduos comuns.

Highly infectious waste treatment solution for dialysis centers

Para contato, clique aqui: